← Volte para a principal página 'Usando o Fedora'.

Eric, rádio amador

Eric "Sparks" Christensen, um especialista em segurança de computadores da Carolina do Norte, é um entusiasta de radio amadorismo desde que estava no colegial. Hoje em dia o Fedora desempenha um grande papel neste seu hobby. Leia mais sobre o que é rádio amadorismo e como você pode iniciar o uso do Fedora!

Eric Christensen

De onde você é?

Originalmente da Carolina do Norte apesar de que estou temporiariamente morando em Newport News, Virginia.

Qual a sua profissão?

Sou um Oficial de Segurança de Sistemas de Informação empregado pelo Governo dos E.U.A.

Qual é o seu nick no IRC? De onde ele surgiu?

Sparks. Eu era um especialista em Tecnologia da Informação no Marinha Americana por oito anos. Eu me especializei em rádios e como na época dos radiotelegrafistas, recebi esse apelido Sparks. Sou muito honrado de ter esse apelido que muitos comunicadores excelentes tiveram desde a invenção do rádio!

Foi pela sua experiência nesse cargo na Marinha que levou você ao rádio amador?

Na verdade foi o inverso. Eu comecei no rádio amador quando eu estava no segundo grau, e quando decidi entrar na Marinha, eu já estava pronto para usar todos aqueles brinquedos legas deles

Então, como você explicaria o que é radio amador para nossos leitores que não estão por dentro nesse assunto?

Talvez com uma pequena estória... Quando o rádio foi inventado, eles todos eram amadores. Quando os governos, por todo o mundo, resolveram gerenciar melhor o espectro, alguns desses amadores tomaram o caminho para as estações de rádio comercial, tanto em categorias de broadcast como AM, FM e ondas curta, quanto de duas vias, como celulares. Outros queriam apenas fuçar.

Esses que queriam apenas fuçar se transformaram no que conhecemos hoje como rádio amadores. Aqui nos Estados Unidos nós não podemos aceitar dinheiro pelo nosso serviço. A maior parte do nosso trabalho ou é experimental ou de caráter de emergência.

Operadores de rádio amador tem seu próprios programas em bandas de rádio específicas? Ou é menos parecido com programas e mas com conversas no ar?

É mais como conversas no ar. Nós não fazemos broadcast. É mais comunicação ponto a ponto, ou ponto a multiponto... dependend do caso. Geralmente fazemos rodas de conversa.

Como você usa o Fedora para participar das sessões de rádio amador? Que conselho daria a um iniciante entusiasta de radio amadorismo que quisesse fazê-lo com uma instalação nova do Fedora?

Há tantos aspectos no radio amadorismo que fazem o Fedora ser ótimo para usar com ele. Primeiro, é importante ter registro de todas as pessoas com quem conversa...Existem pelo menos três diferentes pacotes de software no Fedora que lhe ajudarão gerenciar toda essa informação. Quer construir antenas? Você pode modelar seus próprios projetos usando o nec2c, que está no Fedora. talvez você queira projetar seus próprios circuitos. si, isso também tem no fedora. Quer ver quando será a próxima passagem de satélites com os quais você usa para falar? Gpredict está lá para isso. Provavelmente os mais populares dos softwares que estão disponíveis são aqueles que permitem o controle remoto do rádio e modos digitais. Existem oito pacotes de software já prontos para os radio amadores utilizarem modos de comunicação digital. Já há tantos softwares no Fedora que o projeto de documentação está escrevendo um Guia de Rádio Amador para poder abranger tudo.

Quais são os três programas que registram com quem você conversa? E sobre algumas daquelas ferramentas de modos de comunicação digital que você mencionou?

As três ferramentas de registro são LinLog, qle e xlog. Espero ter o CQRLOG pronto em alguns meses, pois é realmente um programa fabuloso.

Para modos digitais, temos o fldigi, que provavelmente é o mais popular, gmfsk, linpsk, lpsk31, qpsk31, qsstv, xfhell e xps31. fldigi executa a maioria dos modos disponíveis para a comunidade de rádio amador. As outras são mais específicas em relação aos modos.

O que você quer dizer com modo?

Modo é um tipo de algoritmo digital. Cada algoritmo usa um método diferente de transmitir a informação. Usando largura de banda diferentes, taxa de bits diferentes, códigos diferentes. Alguns exemplos de modos são RTTY (radio teletipo), PSK31 ou até código Morse.

Há uma faixa de freqüências livres... talvez 10 kilohertz. Dentro dessa banda você pode estabelecer comunicação com outra pessoal utilizando diferentes "linguagens" (ou modos). Contanto que todos usem a mesma linguagem, todo mundo pode falar. Então, se todos estiverem usando PSK63, você pode ler a conversa que está ocorrendo.

Como você encontra pessoas para conversar, e como ocorre os encontros? São agendados horários, modos, em determinada banda?

Eu tenho agendamentos com algumas pessoas, mas a maioria das vezes é por acaso que eu converso com alguém, não há falta de pessoas para conversar.

Rádio Amador usa conversas em texto ou voz? Ou ambos?

Eu converso tanto em texto quanto por voz, apesar de que, por alguma razão, gosto mais de conversas por texto.

Como o pessoal no Rádio Amador se difere daqueles que se poderia encontrar em salas de bate papo ou IRC? São tipos de pessoas diferentes?

Sim, acredito que sim. É um fórum diferente, apesar de que usuários de Linux e operadores de Radio Amador não são tão diferentes assim. Ambas as comunidades gostam de experimentar e de código aberto. Caramba, existe um rádio controlado por software que permite você fazer do rádio o que quiser com ele.

Fale sobre uma conversa recente que você teve usando o Fedora para conectar ao Radio Amador. Onde estavam as pessoas com quem você conversou? Como as achou?

Bem, apenas alguns minutos atrás eu estava ouvindo a 17 metros, na 18.101 MHz, e fiz contato com Abdul 7Z1CQ na Arábia Saudita usando BPSK-63. Na verdade, estou conectando remotamente na minha estação de rádio amadora usando VNC & SSH para que eu possa utilizá-la na minha hora do almoço no ambiente de trabalho. Desse modo, da minha estação RHEL no trabalho, através da estação Fedora em casa, posso transmitir para o mundo todo usando apenas FOSS. E fldigi me permite quase controle total através de rádio fazendo com que eu possa operá-la a partir de qualquer lugar contanto que eu tenha internet.

Para pessoas que querem aprender mais, há algum recurso que você recomendaria que eles checassem?

Bom... se você tem questões sobre Rádio Amador eu visitaria the American Radio Relay League ou a liga de rádio do seu país... perguntas sobre programas de rádio amador no Fedora podem ir para the Fedora Amateur Radio SIG ou você pode checar the Fedora Amateur Radio Guide que está atualmente em projeto. E, é claro, os recursos do Fedora melhoram a medida que mais pessoas contribuem!

Obrigado, Eric!

← Leia mais entrevistas com os usuários do Fedora.