From Fedora Project Wiki

< How to be a successful contributor

Revision as of 01:14, 10 February 2017 by Fredlima (talk | contribs) (Desistindo)
(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)

Público alvo deste documento

Este documento é direcionado a pessoas interessadas em contribuir com o Projeto Fedora. No Projeto Fedora, estudantes, profissionais e demais usuários de computador se unem para produzir software, materiais de marketing, arte, documentação, etc. Nós todos começamos como novos voluntários em algum momento. Os itens abaixo foram concebidos para ajudá-lo através do processo de ser admitido em um time. Serve para deixá-lo saber o que esperamos de você e o que você pode esperar de nós.

Coisas que você deve saber antes de começar

Então você acha que gostará de ser um contribuidor bem sucedido do Fedora. Maravilhoso!! Você é muito bem vindo. Aqui estão alguns pensamentos para levar em consideração. Todo mundo que entra em um projeto de software livre, o faz com as melhores intenções de permanecer. Alguns permanecem o suficiente para se tornarem contribuidores regulares, e alguns poucos ainda se tornam líderes dentro do projeto, enquanto que outros perdem o interesse. A maior diferença entre os que permanecem e os que abandonam é o "comprometimento e tempo".

Compromisso com horário

Um compromisso necessita de algum horário reservado. Se você acredita piamente que irá gostar do que você está fazendo, leve em consideração o horário. O tempo comprometido é pouco como 4 horas por semana. Alguns voluntários podem gastar 15-30 horas por semana contribuindo. Tendo esse nível de comprometimento enquanto mantendo um dia normal de trabalho é uma habilidade de gerenciamento de tempo difícil. Como um voluntário, você deverá se perguntar se você pode dedicar 2-4 horas por semana, mesmo que que seja menos de uma hora diária. Quatro horas por semana para a maioria das pessoa é uma tarde inteira de um dia. Isso é um pedaço de tempo significativo.

Ter permissão do trabalho e da família

Enquanto voluntario você pode ser recompensando de várias maneiras. Podemos destacar dentre eles o seu próprio sucesso que pode ser compartilhado quando você auxilia outras pessoas a conquistar este objetivo também de contribuir com o projeto, outra recompensa muito importante que podemos destacar é uma evolução natural em no seu ambiente profissional devido ao conhecimento adquirido seja ele diretamente ou indiretamente com os demais voluntários do projeto.

Existe uma relação mutuamente benéfica entre trabalhar para viver e ser um voluntário em algo que você acredita. É muito comum que os voluntários percebam um aumento em suas habilidades que se deve pelo simples fato de pensar em algo maior, pensar em ambientes diferentes do nosso nos faz pensar de uma nova maneira que consequentemente nos estimula a progredir cada vez mais. Pensando no âmbito profissional são beneficiados os colaboradores e os empregadores. Sendo assim, sempre vale a pena conversar com o seu empregador explicando esta situação e pedir sua permissão para utilizar seu horário de trabalho para contribuir com o projeto, mesmo que seja durante uma hora ou um turno em uma sexta-feira por exemplo. O importante é que ambos percebam a importância disso e que o benefício é mutuo. Precisamos estar preparados para receber uma resposta negativa, nesse caso você terá que utilizar seu tempo disponível para este trabalho de voluntário.

Nesse ponto é fundamental, também, conversar com sua família. Ela precisa estar ciente e de acordo que em alguns momentos você poderá estar ocupado. Este acordo com o trabalho, com a família e com você mesmo é essencial para o processo, pois ele deve prover um ganho para todas as pessoas importantes de sua vida.

Uma coisa é fato: O trabalho de voluntariado é muito gratificante.

Afiliando-se

O maior erro que a maioria dos novos contribuidores fazem é demonstrar que "apenas desejam contribuir." É necessário tomar um tempo para observar a equipe (consulte a seção abaixo) e veja como o seu trabalho se alinha com suas próprias habilidades e personalidade. Saiba que obter trabalho a ser feito no primeiro dia é muito raro, e aqueles que são altamente habilitados em uma tecnologia específica ainda terão que aguardar um tempo para conhecer um ambiente antes do acesso ser concedido.

Por exemplo, se você é um especialista em banco de dados é muito improvável que você obtenha acesso aos bancos de dados (aonde informações pessoais, senha, etc são armazenados) nas suas primeiras semanas como voluntário. Se você está procurando se tornar um embaixador, é improvável que você obterá material de marketing enviado a você na sua primeira semana. Isso pode parecer lamentável, mas é necessário para manter os membros do projeto trabalhando bem e juntos. O mesmo pode ser dito sobre qualquer mudança maior, como um redesign completo de um sistema ou um novo look and feel para um website. Não desanime. Apareça frequentemente como você pode, e conheça a equipe.

Observação

É importante conhecer a organização e equipes que você procura trabalhar antes de tentar se afiliar a elas. Aprenda o que elas fazem e como elas fazem, e tente conhecer as pessoas envolvidas. É extremamente improvável que você esteja apto a contribuir no primeiro dia. Em organizações com centenas ou milhares de pessoas trabalhando juntas, entender como as coisas funcionam é crítico.

Não se intimide sobre fazer perguntas e conhecer pessoas. Planeje gastar vários dias ou mesmo semanas comparecendo a reuniões, enviando emails na lista de discussão ou encontrando no IRC antes de você fazer qualquer trabalho. Dê sugestões em tópicos sendo discutidos, e compartilhe quaisquer experiências (boas ou ruins) que você teve que é relevante a discussão.

Parte da observação e realização de sugestões construtivas podem exigir a retenção de julgamento. Quando estiver dando sugestões, não assuma que você tem todas as respostas ou que o Projeto Fedora esteja fazendo tudo errado. Existe uma boa chance que possamos aprimorar a forma como nós fazemos as coisas, entretanto a maioria das práticas foram desenvolvidas durante muito tempo após discussões prolongadas. O seu criticismo será melhor recebido após você ter se estabelecido na comunidade e for percebido como entendedor de nossa cultura.

Escolha no que você quer trabalhar

É sua tarefa decidir no que você quer trabalhar. Escolha algo que é importante para você e que você realmente tenha paixão. Você irá ver esse conselho repetido várias e várias vezes nesse documento: Não vá simplesmente aparecer esperando trabalho designado para você. Enturme-se e aprenda os procedimentos e como o time funciona. Faça perguntas e entenda realmente no que você irá trabalhar antes de realmente botar a mão na massa.

Comece devagar, sem pressa mas sem pausa

Depois de escolher o projeto que irá contribuir tome muito cuidado com as tarefas que pegar para sua responsabilidade. Todos devemos contribuir, mas sempre de acordo com nossas limitações. Ser responsável por uma tarefa muito grande requer igualmente grandes responsabilidades, controles e ações, por isso, no início de sua jornada, uma escolha que não foi feita da melhor forma pode aumentar as suas chances de fracasso. Seguindo a mesma lógica, mesmo que sejam tarefas pequenas tome cuidado com a quantidade, seja responsável por aquilo que pode entregar com qualidade e no prazo acordado. É completamente comum que queiramos fazer de tudo um pouco em prol do projeto, contudo, o recomendável é que comece devagar e gradativamente cresça. Seu objetivo não deve ser se tornar o próximo líder do projeto ou conhecer de tudo, o objetivo de todos voluntariados é contribuir com o projeto da melhor forma possível. A alma é a colaboração e motivação. Lembre-se que a chave é manter a motivação e o ritmo, por isso comece pequeno e lembre-se: Sem pressa mas sem pausa.

Primeiro contato

Após você ter decidido o que você está procurando fazer e em qual time você pretende fazê-lo, é hora de se apresentar à lista. Quando for enviar sua apresentação (geralmente para uma lista de e-mail), inclua as informações a seguir:

  • Nome
  • Fuso horário / País
  • Habilidades básicas e experiências
  • Por que você está se juntando a esse time
  • O que você gostaria de fazer (seja específico)
  • Quanto tempo você pode contribuir (geralmente horas por semana)

Se alguma das questões acima não tiverem respostas claras, ainda não envie o e-mail. Você não está pronto. Lembre-se, seja específico sobre que tipo de tarefa você gostaria de fazer. Dizer "Qualquer coisa que precise ser feito" não é uma boa resposta. Respostas como "Eu gostaria de ajudar com a documentação do sistema A", "Eu gostaria de traduzir software para minha língua nativa", ou "Eu notei que esta webapp em alguns momentos é bem lenta e gostaria de ajudar corrigindo isso" são excelentes.

Encontre um mentor ou padrinho

Este passo é tão incrivelmente difícil quanto também importante. Encontrar o padrinho certo irá aumentar significativamente suas chances de ser um contribuidor bem sucedido. Ás vezes, encontrar um padrinho é totalmente necessário. Um padrinho irá ajudar com treinamento, apresentações e ensinar a novos contribuidores como um time funciona.

A maioria dos times tem listas de e-mail. Envie um e-mail para a lista, diga que você está procurando por um padrinho, e explique o que você quer fazer. Se passaram-se alguns dias e você ainda não obteve uma resposta, envie novamente um e-mail e diga que você ainda está procurando por um padrinho. Continue fazendo isso.. A maior parte dos padrinhos são pessoas que estão no projeto há bastante tempo, e estão frequentemente muito ocupados.

Eles não querem ser rudes e não querem passar a impressão de que não querem novos contribuidores. É só que, na hora, uma pessoa acha que outra vai assumir este compromisso de tomar conta de você e de repente, ninguém assumiu. Este é um problema comum -- tanto na vida real quanto em comunidades online -- e um problema difícil de resolver. Mas não desistindo e continuando por pedir ajuda sem ser irritante vai mostrar que você está falando sério e quer contribuir de verdade. Não envie este tipo de mensagem mais de uma vez a cada punhado de dias, mas seja positivo, e persistente se assim for necessário.

Contribuindo

Uma vez que você tenha obtido algo em que trabalhar, é hora de realmente trabalhar. As primeiras tarefas que você trabalhará parecerão pequenas e talvez mundanas. Realize-as consistentemente, conscientemente e bem. Isso irá elevar o seu nível de confiança que você tem nos outros membros da equipe.

Como em outras organizações voluntárias, há altas taxas de rotatividade no universo do software livre. Trainar voluntários consome tempo, especialmente para tarefas mais complexas, e exige um comprometimento dos atuais e ocupados voluntários. Gastando dias ou semanas treinando alguém apenas para eles desaparecerem pode ser desanimador para mentores e patrocinadores. Dando pequenas tarefas que tem andando por ai, um patrocinador pode ajudá-lo a dar pequenos passos mas vitais, e aprender se o trabalho que você estará realizando é realmente pra você.

Procure o que fazer

Se você possui acesso a um repositório, sistema, ou conteúdo, considere-se um dos donos. Isso não significa que você deverá redesenhar tudo imediatamente. Lembre-se que outros donos também investiram tempo e esforço no material atual. Isso significa que você deverá ter orgulho do trabalho que está realizando. Se você ver algo que não está muito certo, faça pesquisa sobre isso e notifique a lista. Busque trabalho, mantenha-se ocupado e ajude os outros.

Desistindo

Se você descobriu que você se comprometeu demais ou decidiu que o voluntariado não é pra você, está tudo bem. Você não precisa se sentir envergonhado que você não pode mais contribuir. Tampouco os contribuidores não o farão se sentir mal sobre isso. Perceba que muitos contribuidores vem e vão todos os dias. Estar ocupado com o seu dia de trabalho ou não ter tempo livre é uma razão perfeitamente válida para não estar apto para contribuir. Também é bem possível que você não se sinta bem adaptado com a equipe ou organização. Você tem o direito de oferecer ajuda como um voluntário da forma que quiser e quando quiser.

Em primeiro lugar, contudo, não apenas desapareça. Quando um contribuidor ou contribuidor em potencial concorda em realizar o trabalho, não pode seguir por uma razão válida, e desaparece, a equipe pode não saber que o trabalho pode ser reatribuído. Em alguns casos, pessoas na equipe podem se preocupar com a saúde ou bem estar dos contribuidores.

Quando você se decidir que é hora de ir ou dar uma parada, permita que seu patrocinador ou que a lista saiba e deixe que eles saibam em o que você esteve trabalhando. Permitir que pessoas pensem que você está trabalhando em algo quando você não está atrasa a equipe, e definitivamente não beneficia você nem a sua equipe.