Pt BR/F7ReleaseSummary

From FedoraProject

Jump to: navigation, search

Contents

Notas de Versão do Fedora 7

Um Tour pelo Fedora

Passeie entre fotos e vídeos deste empolgante lançamento em http://fedoraproject.org/wiki/pt_BR/Tours/Fedora7.

FAQ do Fedora 7

Novidades desta versão

Este lançamento traz versões com importantes atualizações de diversos componentes e tecnologias. As seções seguintes fazem um apanhado geral das principais novidades deste lançamento.

Spins

Pela primeira vez o Fedora inclui diversos spins, que são variações do Fedora montadas com diferentes pacotes de software. Cada spin traz um grupo de aplicações apropriado a um tipo diferente de usuário. Além de uma imagem boot.iso pequena, usada para instalações via rede, o usuário tem ainda as seguintes opções de spins:

  • Live-CDs com o GNOME e o KDE, que podem ser instaladas no HD. Esses spins são voltados aos usuários de desktops que preferem instalar o Fedora a partir de um único CD e que querem passar o Fedora para seus amigos e parentes .
  • Uma imagem comum para desktops, workstations e servidores. Esse spin é adequado aqueles que querem fazer um upgrade de uma versão mais antiga do Fedora.

Desktop

  • Este lançamento inclui o GNOME 2.24
e o KDE 4.2.2
.
 
  • A Troca Rápida de Usuário está bem integrada a este lançamento. Para conseguir isso, os desenvolvedores trabalharam duro no ConsoleKit.
  • O ´hot-pluggin´ de monitores e afins permitem que estes funcionem assim que conectados, graças à inclusão do Xorg Server 1.3.
  • Este lançamento inclui diversos pacotes de firmwares para aperfeiçoar o funcionamento de redes sem fio. O NetworkManager traz uma interface gráfica que permite que os usuários alternem entre as redes cabeadas e sem fio para uma melhor mobilidade. O NetworkManager vem instalado por padrão tanto no live-CD do GNOME quanto no do KDE.
  • O Fedora 8
 inclui um belo tema de Desktop, o ""Flying High", fruto de um contínuo trabalho da comunidade e do Fedora Artwork Project .
 
  • O Firefox 2 traz várias novidades, como um checador gramatical, proteção contra phishing e a capacidade de recuperar sessões anteriores.
  • O suporte a outros idiomas, como o português, foi melhorado graças aos métodos de entrada SCIM, que agora funcionam logo após a instalação sem qualquer configuração adicional. O SCIM pode lidar com quase todos os grupos de caracteres dos mais variados alfabetos. Isso torna o Fedora mais acessível, com a inclusão automática de diversos pacotes de idiomas e métodos de entrada no Live CD do GNOME.
  • Uma nova ferramenta gráfica de administração do SELinux, o system-config-selinux, está disponível por padrão nesta versão. As chaves booleanas do SELinux foram transferidas da ferramenta system-config-securitylevel para esta nova ferramenta.
  • A ferramenta de detecção de problemas do SELinux, 'setroubleshoot', agora vem habilitada por padrão. Essa ferramenta dá ao usuário informações detalhadas sobre acessos negados por políticas do SELinux, além de apresentar sugestões para a resolução do problema.
  • Esta versão traz um novo FireWire stack no kernel para melhor suporte de hardware.
  • O gerenciamento de energia do Fedora foi melhorado com a implementação dos dynamic ticks no kernel.
  • Esta versão consolida parcialmente os dicionários usados por outras aplicações, o que gera uma experiência consistente no desktop ao mesmo tempo que economiza recursos.
  • O Fedora agora integra o driver experimental nouveau ao Xorg e ao kernel. O noveau, que por padrão vem desabilitado nesta versão, pretende prover drivers 3d para placas de vídeo da nVidia. Pedimos aos usuários finais que testem o driver e que informem aos desenvolvedores do projeto sobre seu funcionamento, para que um dia possamos ter drivers 3D plenamente funcionais por padrão.

Desempenho

  • O desempenho do yum, do Pirut e do Pup melhorou significativamente.

Mudanças do Sistema

  • Este é o primeiro lançamento com suporte ao Playstation 3.
  • Esta versão traz o kernel 2.6.21 , que integra a tecnologia Kernel-based Virtual Machine ou KVM ao gerenciador gráfico de máquinas virtuais do Fedora, o virt-manager, e às ferramentas de linha de comando virsh. O KVM é uma solução de virtualização acelerada por hardware, e os usuários podem optar entre o KVM e o Xen, assim como pelo Qemu, nesta versão. O kernel incluído nesta versão também dá suporte à interface VMI do VMWare.
  • Nesta versão os nomes de todas as partições do HD passaram a seguir a convenção /dev/sd*, devido à nova interface do driver libata incluída no kernel. O instalador Anaconda facilita a transição para os que estão fazendo o upgrade para esta versão.
  • O stack wireless mac80211 (antes conhecido como Devicescape) foi integrado ao kernel.
  • O Smolt , ferramenta que envia informações anônimas sobre o hardware de seu computador ao Projeto Fedora, agora vem integrado ao firstboot - ou seja, às configurações adicionais realizadas logo depois do primeiro boot após a instalação. Os dados colhidos pelo Smolt estão disponíveis no Smoltsite do Smolt . Esses dados são usados para obtermos uma maior cooperação dos fabricantes de hardware, e para que possamos priorizar o desenvolvimento e garantir o funcionamento do hardware mais utilizado.
  • A base do Fedora Directory Server agora é parte dos repositórios do Fedora. O console gráfico e os servidores de administração estão disponíveis no site e planejamos incluí-los nos repositórios após alguns testes.
  • O Python 2.5 é incluído nesta versão, e é utilizado por todos os os outros programas Python presentes nos repositórios.
  • Esta versão do Fedora inclui as fontes Liberation, equivalentes em tamanho a diversas fontes proprietárias conhecidas encontradas pela internet. Essas fontes dão aos usuários melhores resultados ao visualizar e imprimir documentos.

Road Map

As propostas para a próxima versão do Fedora estão disponíveis em http://fedoraproject.org/wiki/RoadMap.